Visita à Senhora da Hora

O Secretariado do PS da Senhora da Hora, na sua última reunião ordinária realizada em Março de 2009, decidiu efectuar visitas à Vila da Senhora da Hora, no sentido de consumar uma avaliação rigorosa do actual estado dos empreendimentos e obras em curso, bem como detectar as carências existentes, aliás no seguimento dos dois observatórios já efectuados e enviados oportunamente ao cuidado da Junta de Freguesia e que foram reenviados à Câmara.

Pretende este Secretariado, dentro das competências que lhe incumbem, alertar os principais responsáveis Autárquicos (Junta de Freguesia e Câmara Municipal), para a existência de algumas situações anómalas, denunciadas continuamente pela população local e que não têm obtido resposta adequada e eficaz, sobretudo por parte dos responsáveis camarários.

O Presidente da Junta da Senhora da Hora acompanhou o Secretariado, tendo assumido fazer reflectir mais uma vez à Câmara Municipal de Matosinhos, concretamente junto do Presidente Guilherme Pinto, o conjunto das situações registadas.

Aspectos apontados como críticos:

1.     Escola de S.Gens – lamenta-se a inexistência da escola nova, um projecto que a Câmara já apresentou há 5 anos e ainda não foi lançado o empreendimento. É necessária e urgente que se inicie esta obra, pois tem-se perpetuado a cultura do “ensino contentorizado” (em contentores).

portao-s-gens2

contentores-s-gens1

2. Alto do Viso – inexistência de passeios para peões. Já várias vezes foi sugerido ao Município a resolução deste caso, dada a insegurança que esta situação causa aos residentes.

 

3. Avenida Azevedo Coutinho – falta de 1 semáforo limitador de velocidade, anunciado pela Câmara em 2006. Necessidade de uma rotunda para regulação de trânsito.

azevedo-coutinho

 

4. Pavilhão do Padroense – lamenta-se a paragem da obra. Congratulamo-nos com a sua construção, mas gostaríamos de a ver ultimada.

pavilhao-padorense

 

 

5. Hernâni Torres, R. António Costa Reis e Henrique Medina – congratulamo-nos por finalmente ter sido executado o pavimento das ruas, mas deploramos ainda a falta de construção de passeios para protecção dos residentes. Lembramos ainda a necessidade urgente de demolição do muro existente na Rua Henrique Medina.

sem-passeios

 

muro-scania

 

 

6. Estrada Exterior da Circunvalação – verificámos o estado deplorável em que se encontram os passeios, causando situações de profunda insegurança no acesso dos peões, às paragens dos transportes públicos.

 

7. Travessa Eduardo Torres e arruamentos da Azenha de Cima – Gostámos de ter visto as obras em curso. Contudo, lembra-se a necessidade de construção de passeios na Travessa Eduardo Torres.

azenha-1

azenha-2

8. Hospital – constatamos a não existência de um tapete rolante desde a Rua Eduardo Torres até à entrada principal do Hospital, necessária fundamentalmente para transporte de pessoas idosas e deficientes.

 

hospital

 

9. Rua Quinta Seca – torna-se necessário pavimentar os acessos às garagens dos edifícios da Cooperativa das Sete Bicas.

 

10. Passadeiras e sinais de trânsito – Lamentamos, que continuem por pintar algumas das passadeiras existentes nas ruas que foram visitadas e a carência e manutenção de sinais de trânsito, acrescentando que esta situação é generalizada a toda a vila da Senhora da Hora.

 

A secção compilou as fotografias todas num album online, clique aqui

  1. #1 by António Pinto on 18 de Abril de 2009 - 21:45

    Neste mandato a câmara municipal, esqueceu-se da freguesia da Senhora da Hora, cuja junta de freguesia também é socialista. Houve freguesias no concelho (Matosinhos, Custóias, Perafita) que até deu para estragar, tanta foi a fartura. As obras de Santa Ingrácia, só acontecem na nossa freguesia, é a eterna obra da Rua da Barranha (autêntico lamaçal), é a conclusão do pavilhão desportivo do Padroense FC (obra está parada à 3 meses),mas lá para perto das eleições vêm cortar a fita, é os arruamentos da Azenha que nunca mais ficam prontos, etc…
    Todas estas obras (e outras que ficaram por enunciar) são da responsabilidade da câmara municipal, e a junta de freguesia apesar de ter alertado, nada fizeram. Nas próximas eleições autárquicas alguém vai pagar a factura (adivinhem quem?).

  2. #2 by Elvira Santos on 20 de Abril de 2009 - 18:21

    Ainda bem, que o secretariado do PS da Senhora da Hora realizou este périplo pela nossa freguesia, e denunciou publicamente os “defeitos” encontrados, demonstrando isenção, competência, interesse e amor pela sua terra. Pelo que percebi já foram comunicados à câmara municipal através da junta de freguesia (espero é que não caiam em saco roto). É um exemplo a seguir pelas forças de oposição da freguesia que pouco ou nada fazem neste sentido.

  3. #3 by Vitor Cardoso on 21 de Abril de 2009 - 09:35

    A situação a que se chegou na nossa freguesia é fruto da indepêndencia do nosso Presidente da Junta face ao actual poder politico instalados nos cadeirões do poder de Matosinhos com a cobertura da Federação Distrital do Porto do PS.
    Tanto quanto sei este não é nem o primeiro nem sequer o terceiro alerta para os problemas que na nossa freguesia apoquentam diariamente os seus habitantes, e o que fizeram os srs do poder Autarquico ?? Nada .
    Mas vão fazer, deixemos chegar Setembro e iremos assistir ao abrir da rua da Barranha, á inauguração do pavilhão do Padroense,ao pintar das passadeiras, ao tapar dos buracos nas ruas, ao lançamento de iniciativas nas areas sociais,etc.,etc..
    Mas já é tarde, não nos esqueceremos na hora de votar.

  4. #4 by Helena Vieira on 21 de Abril de 2009 - 11:35

    O grupo do PS da Senhora da Hora, constitui o exemplo perfeito, de como o trabalho e o bom desempenho, podem conduzir a resultados surpreendentes. De facto, um presidente da junta sózinho pouco pode fazer, mas conectado a um grupo como este, pode dar origem à riqueza das ideias, da partilha dos problemas, caminhando para a resolução plena dos mesmos, atingindo os seus objectivos em plenitude, na realização dos feitos que realmente interessam à nossa freguesia da Senhora da Hora.
    Actuando em grupo, galgando os caminhos,indo “IN LOCO”, avaliando as necessidades e os riscos da nossa terra com toda a inteligência colectiva, semelhante à que transparece da actuação das grandes orquestras, onde cada elemento, cada interprete, cumprindo uma tarefa isolada, se agiganta, quando se une a todos os outros. Assim devem ser as equipas e todas as organizações, que buscam um fim comum!
    Urge agora, que o Ex.Sr. Presidente da Camara de Matosinhos Dr. Guilherme Pinto, saiba também agir em conformidade, com a mesma qualidade, eficácia, eficiência e com todo o respeito que nós os Senhorenses também merecemos.
    Bem haja o grupo do PS da Senhora da Hora!
    Bem haja Sr. Presidente da junta de freguesia da Senhora da Hora Alexandre Lopes!
    Pelos feitos em prol da nossa terra, da nossa Senhora da Hora!

  5. #5 by Alberto Machado on 26 de Abril de 2009 - 11:25

    Acho bem que existam iniciativas deste género, pois servem para mostrar ao poder local que os Senhorenses estão atentos aos problemas da sua freguesia.

  6. #6 by Paula Oliveira on 26 de Abril de 2009 - 11:35

    Existe sempre alguma coisa que pode ser feita, com o intuito de melhorar as condições de vida dos cidadãos. É importante lembrar que a Senhora da Hora é actualmente a freguesia mais importante do concelho de Matosinhos, ou não estivesse instalado nela,o hospital Predo Hispano, o Norteshopping, o hipermercado Continente, o Lidl, o Estadio do Mar, o Metro. Além do aumento populacional (residentes), passam em trânsito pela Senhora da Hora milhares de pessoas, o que não acontece noutras freguesias.

  7. #7 by Elsa Gomes on 26 de Abril de 2009 - 11:42

    Como simpatizante do partido socialista (não militante), é com agrado que vejo o secretariado e o presidente da junta de freguesia em consonância, para rsolverem os problemas da minha freguesia. Espero que da parte da câmara municipal haja uma resposta breve para os problemas identificados.
    Viva a Senhora da Hora!

  8. #8 by Paulo Ferreira on 26 de Abril de 2009 - 23:04

    Se a educação é grande aposta do governo, para não se hipotecar o futuro da nação, o poder local deveria concentrar os seus esforços para construir ou remodelar as escolas do concelho. Na freguesia da Senhora da Hora existem pelo menos duas escolas a necessitar de intervenção, Escola do Sobreiro e Quinta de S. Gens (foram entregues projectos na câmara municipal, ainda no mandato anterior). A remodulação da Escola dos Quatro Caminhos resulta da aprovação também no anterior mandato. Relativamente ao parque escolar da nossa freguesia,a acção do sr. vereador do respectivo pelouro deixa muito a desejar.

  9. #9 by Teresa Soeiro on 27 de Abril de 2009 - 23:41

    Pelos comentários que li, percebo que os Senhorenses têm estima pela sua terra, o que é de enaltecer. É importante que todos se unam em torno da melhoria das condições da freguesia, onde todos os cidadãos têm a obrigação moral de comunicarem os problemas que identificam às entidades competentes (junta, câmara), mas também devem exigir respostas e soluções das mesmas.
    Espero que a proximidade dos actos eleitorais façam despertar as mentes inertes.

  10. #10 by Margarida Sapudo on 4 de Maio de 2009 - 13:03

    Gostei muito dos comentários aqui expressos, tenho pena que não seja visivel a piscina com todo o perigo da água existente nela para as crianças que para lá possam ir brincar.
    Criança é sinónimo de curiosidade e aventura.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: